top of page

Encerramento do Primeiro Mutirão de Plantio na TI Maxakali do Pradinho


Entre os dias 30 de outubro e 4 de novembro 2023 as diversas aldeias do Pradinho se mobilizaram para o plantio de mais de 6.000 brotos de bananas, quase 12.000 mudas de espécies nativas de mata atlântica, além de manivas, feijão e batata doce. As escolas das aldeias participaram intensivamente das atividades. No primeiro dia do mutirão os professores Maxakali trouxeram seus alunos para cantar diante de todas as mudas que iriam para o campo. Os Yãmĩyxop, que fazem parte da rica cosmologia dos Tikmũ’ũn, estiveram ouvindo atentamente seus cantos pela voz destes alunos e seguiram acompanhando todo o plantio rodeando as áreas de trabalho.

Todas estas atividades também contaram com a participação do professor Josias Maná Huni Kuin, agente agroflorestal indígena da Terra Indigena Rio Jordão (Acre), que ministrou, junto com Renato Gavazzi e Paula Lima o Primeiro Curso de Formação de Agentes Agroflorestais (2 a 21 de outubro). Maná fez sua formação como Agente Agroflorestal no Centro de Formação Povos da Floresta da Comissão Pró-Índio (Rio Branco, Acre) e desde lá mantém seus quintais de cultivo, realiza educação ambiental, tendo sido por muitos anos o presidente da AMAIAC (Associação do Movimentos dos Agentes Agroflorestais Indígenas do Acre). Maná trouxe da sua terra sementes de amendoim, bacaba, buriti, seus cantos, suas danças, seus conhecimentos e experiências de cultivo e manejo ambiental. Durante quase dois meses Maná esteve presente nas diversas aldeias do Pradinho e Água Boa, acompanhando o trabalho de cada um dos agentes agroflorestais Tikmũ’ũn em formação. Silencioso, concentrado e cuidadoso com todos os acontecimentos, demonstrando a importância de cultivar com alegria, Maná deixa para no território Tikmũ’ũn um exemplo inesquecível e muita saudade.



Yorumlar


bottom of page